Sociedade Musical e Recreativa Lapa

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Notícias
Notícias

Eleição para diretoria 2013-2015 da Banda da Lapa

E-mail Imprimir PDF

No próximo sábado, 05 de janeiro de 2013, será realizada a eleição para a nova diretoria da Sociedade Musical e Recreativa Lapa (SMRL). Segundo estatuto da instituição, podem montar chapa para diretoria os integrantes da Assembleia Geral, ou seja, os diretores, músicos e associados.

A tradição secular de banda e de ensinar gratuitamente música para pessoas de todas as idades se mantém pela dedicação de seus voluntários. Atualmente a Sociedade Musical e Recreativa Lapa conta, além dos diretores, com 30 músicos e 10 professores de música, todos voluntários, e com 30 alunos na teoria musical e 20 alunos na fase instrumental. Para a continuidade dessas atividades, a diretoria é fundamental.

O horário para participar do processo de eleição da diretoria e conselho fiscal 2013 a 2015 é das 14h às 17h, na sede da Sociedade Musical e Recreativa Lapa. Os cargos a serem preenchidos são:  

PRESIDENTE
VICE PRESIDENTE
1º SECRETÁRIO
2º SECRETÁRIO
1º TESOUREIRO
2º TESOUREIRO
DIRETOR DE PATRIMÔNIO
RELAÇÕES PÚBLICAS

CONSELHO FISCAL
1º  TITULAR
2º  TITULAR
3º  TITULAR

SUPLENTES  (03)

Após a escolha da nova Diretoria será lavrada a ata de posse dos cargos e tomarão posse os novos Diretores para o período do mandato de 2013 a 2015, conforme item I do Art 8º do Estatuto.

 

LAST_UPDATED2
 

MEMÓRIAS E HARMONIAS DE UMA BANDA CENTENÁRIA

E-mail Imprimir PDF

Documentário mostra a importância da Banda da Lapa para a comunidade do Ribeirão da Ilha

A comunidade do Ribeirão da Ilha prestigiou o lançamento do documentário e livro “Memórias e harmonias da Banda da Lapa”. O evento Cine Som da Lapa, realizado no Centro Social Comunitário do Ribeirão da Ilha, mostrou a trajetória da banda em seus 114 anos de história.  

Em um conjunto de documentários que totalizam 67 minutos, os realizadores do projeto Daniel Choma e Tati Costa reuniram documentos, fotos e muitas estórias sobre a centenária Banda de música. No documentário moradores do Ribeirão, integrantes da Sociedade Musical e Recreativa Lapa, contaram a cultura ilhéu através de relatos das experiencias vividas com a Banda da Lapa.

Produzido pelo Instituto de Memória e Imagem Câmara Clara e com o apoio da Sociedade Musical e Recreativa Lapa e Ponto de Cultura Educação Musical Popular, o trabalho foi viabilizado através de seleção no prêmio Interações Estéticas - Residências Artísticas em Pontos de Cultura, realização do programa Cultura Viva, Mais Cultura, Funarte, Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura e Governo Federal. O resultado foi um livro DVD de 52 páginas que reúne um documentário e quatro curtas e uma exposição fotográfica. Esses elementos compuseram a noite, marcada pela emoção para os ribeironenses  junto da apresentação da Banda da Lapa, que executou canções marcantes de sua história durante o evento de lançamento do livro DVD. 

O público se identificou com a história da Banda que se mistura a historia do próprio Ribeirão da Ilha e aplaudiu a banda e a comunidade durante a exibição do documentário e da apresentação da Banda da Lapa. É o que indica o depoimento de Maria de Fátima, moradora da Freguesia do Ribeirão da Ilha.  “A banda realmente ela é vida, a música é vida. Para nós é muito importante, porque morar no Ribeirão da Ilha e ter uma banda não é para qualquer um.”

Os músicos e integrantes da Sociedade Musical e Recreativa Lapa acompanharam o trabalho de Daniel Choma e Tati Costa durante seis meses e estavam em grande expectativa para apreciar o resultado do trabalho. “A gente se sente mais valorizado. O que eu achei mais interessante mesmo foi isso, foi a comunidade se vendo e a gente vê o pessoal da comunidade falando bem da banda e quem não falou da banda, ou quem não tinha esse conhecimento, vem aqui ver que o trabalho é bem maior do que se imagina, bem maior do que só sair na rua e tocar um Zé Pereira. Que existe um estudo, além de banda, além de vir tocar, existe uma família, há uma interação legal entre os músicos e ver a própria apresentação, que é resultado de tudo isso.” Declara Barbara Farias Martins, clarinetista da Banda da Lapa e moradora do Ribeirão da Ilha.

A produção, que contou com 41 entrevistas, permitiu que documentos espalhados pela comunidade formasse um acervo histórico para a Banda da Lapa. O material, 600 exemplares, será distribuído gratuitamente para escolas, comunidade e instituições culturais. Para Daniel Choma o documentário ajudou a resgatar e a preservar a história da comunidade do Ribeirão. “A banda é um patrimônio cultural da cidade de Florianópolis, e essas pequenas memórias, essas pequenas histórias que fazem a banda ser o que é para toda a comunidade de Florianópolis, estavam sem registro. Então acho que outra importância foi registrar essas memórias, fazer entrevistas principalmente com os mais velhos, que ainda estão ai, pessoas que já deixaram a banda e também algumas pessoas do Ribeirão, que lembram daquela banda de 1950, 1940.” Ao todo foram feitas mais de 50 horas de gravação, entre entrevistas e filmagens das apresentações da Banda da Lapa.

 

 

 O documentário “Memórias e harmonias da Banda da Lapa” foi dividido em quatro atos: Do ar, O sopro, O pulso e a A pausa. Foram produzidos tambem quatro extras: “O tom da cor do som”, que traz os relatos de músicos da Banda da Lapa sobre a possibilidade de designar uma cor para o som do instrumento; “Toque feminino” que fala da presenca das mulheres na Banda; a construção da sala de ensaio da banda, a qual ensaiou sem uma sede até seu centenário, é trabalhado no curta “Sala de ensaio”; e “Ressurgimento”, que trabalha a estréia do dobrado Ressurgimento, do Maestro Basílio Machado, em 1952, quando a Banda ficou um ano sem se apresentar. Todo esse material compõem o livro DVD “Memórias e harmonias da Banda da Lapa”. 

 

Por Valéria Valdeci Martins e Filipe Scotti 

 

 

 

 

LAST_UPDATED2
 


JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL
Nossos Parceiros

Agenda & Eventos